• Text Hover

A Taci traz a inspiração dos contos que alimentam o imaginário infantil para compor a nova coleção “A menina e o passarinho”. O tema lúdico e divertido é repleto de cor e elegância. As peças, pensadas com muito carinho para que pudessem encantar mães e filhas em um clima de contação de histórias primordiais na primeira fase do desenvolvimento infantil.


“É o despertar do lúdico também por meio do vestuário, criando assim, vínculos entre a aprendizagem que as historietas despertam e a curiosidade natural da criança, proporcionando não apenas beleza ao vestir, mas crescimento e desenvolvimento cognitivo das crianças que podem criar identificação com as estampas e histórias que ouvem dos pais”, explica a proprietária e estilista da marca, Taciana Gomes.


As estampas começaram a ser desenhadas à mão por Luisa Simão em 2018 e contam com uma exclusiva técnica de aquarela como grande novidade Taci. Confeccionadas em tecido 100% algodão de modo a garantir todo o conforto, praticidade e elegância, as peças são funcionais e voltadas às meninas na primeira infância.


Inspiração


Na “Era uma vez… A menina e o passarinho” da Taci, a história criada especialmente para o lançamento da coleção é repleta de amor e se veste de encanto e magia em um cenário do faz de conta. Tudo ganhou vida pelas talentosas mãos da ilustradora Luisa Simão – e o tema foi desdobrado em uma gama de modelos com silk personalizado e modelagem desenvolvida por Taciana Gomes. Assim é composta toda a diversidade da coleção que ganha ares românticos em seus vestidos e toques sport vintage em seus macacões e conjuntos no estilo comfy.


Possui elementos do ar e também da terra como flores, pássaros, estrelas, borboletas, folhas, frutas, árvores, balões, fadas, planetas, e charmosas pequenas meninas que ganham cor em lindas composições que tanto povoam o imaginário infantil. 


Confira a meiga história de “A menina e o passarinho”:


Lá do seu quarto ela ouvia um barulhinho,
Curiosa que era, foi correndo de mansinho.
Chegou no quintal e para sua surpresa, lá estava o passarinho.


Ele parecia cansado, a menina observou.
“Será que ele está doente?”, ela pensou.
Logo viu que não era doença nem nada,
Ele estava apenas com as asas cansadas.


Voava muito alto para alcançar as estrelas,
Falaram para ele que lá estava o amor.
Ele, também curioso, decidiu: “é pra lá que eu vou”.
Foram muitas tentativas, mas ele não conseguia alcançar.
A menina lhe pegou no colo e disse: eu vou te ajudar!


Colocou suas asas de borboleta e pôs-se a voar,
Em poucos minutos já conseguiam a lua avistar.
Para a surpresa dos dois, o amor estava lá,
Eram tantos corações que não conseguiam segurar.
A felicidade tomou conta dos dois,
Que de tanto amor, deixaram todo o resto para depois.